Operação Lava Jato
Brasil Juíza vê intimidação de Lula ao MPF durante depoimento

Juíza vê intimidação de Lula ao MPF durante depoimento

"Por favor, vamos mudar o tom porque você está intimidando e instigando a acusação, o que eu não vou permitir", afirmou a juíza Gabriela Hardt

Depoimento

Lula negou ter tentado intimidar o Ministério Público

Lula negou ter tentado intimidar o Ministério Público

Ueslei Marcelino/05.07.2017/Reuters

A juíza Gabriela Hardt observou uma intimidação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o MPF (Ministério Público Federal) durante o depoimento prestado nesta quarta-feira (14). A fala do petista foi feita em referência a um powerpoint que relacionava o nome do ex-presidente a inúmeras irregularidades.

"Quando vi o powerpoint, falei que se fosse presidente do PT pediria a todos os filiados do partido abrissem processo contra o Ministério Público para que eles provassem", afirmou Lula.

A fala do ex-presidente foi imediatamente repreendida por Gabriela, que substitui Moro nas ações ligadas à Operação Lava Jato. "O senhor está intimidando a acusação assim, senhor ex-presidente. Por favor, vamos mudar o tom porque você está intimidando e instigando a acusação, o que eu não vou permitir".

Lula: “Não acredito que Dona Marisa tenha pedido por reformas no sítio”

Após Lula negar a intimidação, a juíza afirmou que o ex-presidente estava "instigando os filiados [ao PT] a tumultuarem o processo e intimidares o Ministério Público". "Se isso acontecer, o senhor será o responsável", garantiu Gabriela.

Esta não foi o único momento em que a juíza repreendeu Lula durante o depoimento. Logo no início da oitiva, ela disse que se o ex-presidente mantivesse o tom os dois teriam problemas.