A Prisão de Lula
Brasil Justiça Eleitoral nega participação de Lula em debate

Justiça Eleitoral nega participação de Lula em debate

Candidatura do petista, condenado no caso triplex, tem pedidos de impugnação e será decidida pelo TSE

Justiça Eleitoral nega participação de Lula em debate

Tribunal negou participação de Lula em debate

Tribunal negou participação de Lula em debate

Divulgação TSE

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Sérgio Banhos, rejeitou o pedido do PT para autorizar a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no debate que será realizado nesta sexta-feira (17), na Rede TV, com candidatos à Presidência da República nas eleições de outubro.

Eleições 2018: 13 candidatos à Presidência se registram no TSE

Lula está preso desde 7 de abril, na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, em função de sua condenação a 12 anos e um mês de prisão na ação penal do caso do tríplex do Guarujá (SP). Para o PT, como candidato registrado no TSE, Lula tem direito de participar do debate.

Patrimônio dos candidatos à Presidência varia de R$ 0 a R$ 425 milhões

Na quarta-feira (15), o partido registrou no TSE a candidatura de Lula à Presidência e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad com vice na chapa. O registro da candidatura já sofre contestações.

Em tese, o ex-presidente estaria enquadrado no artigo da Lei da Ficha Limpa que impede a candidatura de condenados por órgãos colegiados. No entanto, o pedido de registro e a possível inelegibilidade precisam ser analisados pelo TSE. O pedido funciona como o primeiro passo para que a Justiça Eleitoral analise o caso.

Conheça os candidatos a presidente e vice do Brasil. Os nomes estão em ordem alfabética