Brasil Katia Abreu sinaliza que vai permanecer no PMDB e deixa cargo à disposição de Dilma 

Katia Abreu sinaliza que vai permanecer no PMDB e deixa cargo à disposição de Dilma 

Ministra da Agricultura utilizou sua conta no Twitter para manifestar apoio à presidente

Katia Abreu sinaliza que vai permanecer no PMDB e deixa cargo à disposição de Dilma 

Katia Abreu foi indicação pessoal da presidente Dilma Rousseff

Katia Abreu foi indicação pessoal da presidente Dilma Rousseff

Valter Campanato/21.11.2011/ABr

A ministra da Agricultura, Katia Abreu (PMDB), usou sua conta no microblog Twitter para sinalizar que vai permanecer no partido. Em três mensagens publicadas nesta quarta-feira (30), ela ainda manifesta que vai deixa a presidente Dilma Rousseff à vontade para substituí-la da pasta.

— Continuaremos no Governo e no PMDB. Ao lado do Brasil no enfrentarmos da crise. [...] Deixamos a Presidente a vontade caso ela necessite de espaço para recompor sua base.

A manifestação da ministra faz referência ao desembarque do PMDB da base aliada do governo. Ao romper os lanços com o Planalto, o partido entregará sete ministérios e outros 600 cargos, conforme explicou o senador e vice-presidente nacional da sigla, Romero Jucá.

Até então, apenas o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, pediu exoneração do cargo. Os demais ministros do partido têm até o dia 12 de abril para deixar os postos.

Aos gritos de "Fora PT" e "Temer presidente", PMDB abandona governo Dilma

Além de Kátia integram a lista Marcelo Castro (Saúde), Celso Pansera (Ciência e Tecnologia), Eduardo Braga (Minas e Energia), Mauro Lopes (Secretaria de Aviação Civil) e Helder Barbalho (Secretaria de Portos).

Na última postagem, Katia, que foi uma indicação pessoal da presidente Filma Rousseff no momento da composição dos ministérios, disse que “o importante é que na tempestade estaremos juntos”.

Publicações foram realizadas na tarde desta quarta-feira (30)

Publicações foram realizadas na tarde desta quarta-feira (30)

Reprodução/Twitter