Lava Jato vai 'até onde os fatos levarem', diz ministro da Justiça

Calheiros havia chamado Moraes de "chefete de polícia" ao criticar a Operação Métis

Lava Jato vai 'até onde os fatos levarem', diz ministro da Justiça

Moraes afirma que houve união dos três poderes pela segurança pública

Moraes afirma que houve união dos três poderes pela segurança pública

Wilson Dias/20.07.2016/Agência Brasil

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse, em entrevista concedida à Rádio Estadão nesta segunda-feira (31) que a operação Lava Jato "vai até onde os fatos levarem".

Segundo ele, essa é uma questão do Poder Judiciário, que tem todo o apoio do Ministério da Justiça e da Polícia Federal.

— Até aonde o Ministério Público entender necessário o aprofundamento das investigações, teremos operações. 

Leia mais notícias sobre Brasil e Política

Questionado sobre a situação envolvendo o presidente do Senado, Renan Calheiros, na reunião de conjunta sobre segurança pública que ocorreu na sexta-feira (28) Moraes disse apenas que o saldo do encontro foi muito importante, porque mostrou união dos Três Poderes pela segurança pública.

Renan havia chamado Moraes de "chefete de polícia" ao criticar a operação da Polícia Federal que prendeu temporariamente quatro policiais legislativos na sexta-feira anterior (21).