Operação Lava Jato

Brasil Lewandowski tira sigilo de conversas entre Moro e a Lava Jato

Lewandowski tira sigilo de conversas entre Moro e a Lava Jato

Suposto diálogo foi obtido em operação que investigou suspeitos de invadir aplicativos. Veja trechos das conversas

  • Brasil | Do R7

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF

FOTO: NELSON JR./SCO/STF (09/04/2019)

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta segunda-feira (1º) a retirada do sigilo da ação que tramita na Corte e que contém supostos diálogos entre o ex-juiz Sergio Moro e membros da Operação Lava Jato, como os procuradores do MPF (Ministério Público Federal).

A decisão se dá em processo aberto pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi investigado pelo MPF na Operação Lava Jato e condenado por Moro no processo do tríplex do Guarujá - litoral de SP.

Moro emitiu nota nesta segunda e disse não reconhecer os diálogos.

As mensagens foram obtidas na Operação Spoofing, que prendeu em 2019 pessoas suspeitas de hackear e invadir aplicativos de conversa utilizados pelo ex-juiz e integrantes da força-tarefa. Parte já foi publicada pelo portal "The Intercept".

Lewandowski já havia concedido à Lula, na semana passada, acesso integral às mensagens apreendidas. A defesa do ex-presidente vem pedindo que a Justiça determine a suspeição de Moro nos julgamentos realizados por ele e que condenaram Lula, alegando que o ex-juiz atuou de forma ilegal buscando aquele resultado e com finalidades políticas. A acusação sempre foi negada por Moro.

Veja alguns trechos dos diálogos entre Moro e ex-coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba Deltan Dallagnol.

Dia 17 de dezembro de 2015, sobre o pecuarista José Carlos Bumlai

Moro - Preciso manifestação mpf no pedido de revigacao da preventiva do bmlai ate amanhã meio dia.

Deltan Dallagnol - Ok, será feito. Seguem algumas decisões boas para mencionar quando precisar prender alguém... pena que parece que quem emitiu a decisão anda meio estranho.

Dia 27 de fevereiro de 2016, sobre críticas a Lava Jato

Moro - O que acha dessas notas malucas do diretorio nacional do PT? Deveriamos rebater oficialmente? Ou pela ajufe?

Deltan - Na minha opinião e de nossa assessoria de comunicação, não, porque não tem repercutido e daremos mais visibilidade ao que não tem credibilidade

Dia 11 de março de 2016, sobre presentes de Lula guardados no Banco do Brasil

Deltan - Caro. A PF deve juntar relatório preliminar sobre os bens encontrados em depósito no Banco do Brasil. Creio que o melhor é levantar o sigilo dessa medida.

Moro - Abri para manifestação de vcs mas permanece o sigilo. Algum problema?

Deltan - Temos receio da nomeação de Lula sair na segunda e não podermos mais levantar o sigilo. Como a diligência está executada, pense só relatório e já há relatório preliminar, seria conveniente sair a decisão hoje, ainda que a secretaria operacionalize na segunda. Se
levantar hoje, avise por favor porque entendemos que seria i caso de dar
publicidade logo nesse caso.

Dia 22 de abril de 2016, sobre conversa com o ministro do STF - atual presidente da Corte - Luiz Fux.

Deltan - Caros, conversei com o FUX mais uma vez, hoje. Reservado, é claro: O Min Fux disse quase espontaneamente que Teori fez queda de braço com Moro e viu que se queimou, e que o tom da resposta do Moro depois foi ótimo. Disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me pra ir à casa dele rs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições. Em especial no novo governo

Moro - Excelente. In Fux we trust

31 de agosto de 2016 - Moro questiona se Lava Jato não está há muito tempo sem fazer operações

Moro - Não é muito tempo sem operação?

Deltan - É sim. O problema é que as operações estão com as mesmas pessoas que estão com a denúncia do Lula. Decidimos postergar tudo até sair essa denúncia, menos a op do taccla pelo risco de evasão, mas ela depende de Articulacao com os americanos. (Que está sendo feita). Estamos programados para denunciar dia 14.

Moro - Ok

Últimas