Perseguição aos brasileiros

Brasil Líder do governo no Senado lamenta violência contra brasileiros

Líder do governo no Senado lamenta violência contra brasileiros

Senador Fernando Bezerra (MDB-PE) cobrou das autoridades angolanas medidas para garantir a segurança dos brasileiros e de suas família

  • Brasil | Do R7

Líder do governo no Senado, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE)

Líder do governo no Senado, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE)

Agência Brasil

O líder do governo no Senado, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE), se posicionou, neste domingo (12), sobre os atos de violência praticados contras pastores da Igreja Universal em Angola, na África. 

Bezerra lamentou a situação enfrentada pelos religiosos e cobrou das autoridades angolanas medidas para garantir a integridade e a segurança dos brasileiros e de suas família.

"Lamentamos as graves denúncias de atos de violência praticados contra líderes religiosos da Igreja Universal em Angola. Brasileiros que praticam a sua fé estão sendo covardemente atacados, o que exige um firme posicionamento do governo angolano para pôr fim a essa onda de violência e garantir a segurança dos pastores e suas famílias. A sociedade é global, e a convivência pacífica entre os povos é condição para a construção de um mundo mais justo e solidário".

Nas últimas três semanas, pastores foram alvos de agressões físicas e psicológicas por parte de ex-membros expulsos da instituição. A situação de insegurança está sendo acompanhada pelas autoridades brasileiras. 

No sábado (11), o ministro do STF Marco Aurélio Mello, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, o vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (Republicanos-SP) entre outros congressistas manifestaram apoio aos pastores.

Missão diplomática

O senador Major Olimpio (PSL-SP) encaminhou, na última sexta-feira (10), um pedido ao Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e ao  Senador Nelsinho Trad (PSD-MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado Federal (CRE), para a criação de uma comitiva parlamentar para ir a Angola acompanhar a situação. 

Segundo o pedido protocolado pelo senador, seria urgente uma viagem ao país africano após uma operação com 80 homens do Serviço de Investigação Criminal de Angola invadiram 20 casas onde residem pastores.

"Como membro desta nobre comissão, proponho que Vossa Excelência, como presidente da CRE, crie uma comitiva de parlamentares de forma URGENTE para uma ida até a Angola para tentar acalmar os ânimos e resolver esta preocupante e grave situação" disse Major Olimpio no pedido encaminhado a Nelsinho Trad.

A missão diplomática deve contar com o apoio da FAB (Força Aérea Brasileira) para levar os congressistas nessa missão diplomática.

Últimas