Live JR

Brasil 'Live JR' discute a escalada da violência doméstica na pandemia

'Live JR' discute a escalada da violência doméstica na pandemia

Membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e promotora de Justiça conversam com Celso Freitas e Cleisla Garcia às 15h

Promotora de Justiça e membro do Fórum de Segurança Pública debatem violência

Promotora de Justiça e membro do Fórum de Segurança Pública debatem violência

Montagem/R7

A Live JR, programa de entrevistas do Jornal da Record em todas as plataformas digitais da Record TV, recebe nesta sexta-feira (16) o coordenador de projetos do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, David Marques, e a promotora de Justiça e Pesquisadora na temática violência contra a mulher e gênero, Valéria Scarance.

Em pauta, está a escalada da violência, especialmente contra a mulher, durante a pandemia. O assunto veio à tona novamente após imagens gravadas mostrarem as agressões do DJ Ivis contra a ex-mulher Pamella Holanda. Os convidados também vão discutir os dados da 15ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública relativo a 2020.

Em linhas gerais, houve reduções nas estatísticas, porém os índices de violência contra as mulheres aumentaram. Segundo o Anuário, mais de 1.300 feminicídios foram registrados em 2020 e 294 mil medidas protetivas de urgência foram determinadas pela Justiça. Para completar, as centrais de atendimento 190, das Polícias Militares, receberam quase 700 mil ligações com queixas de violência doméstica em todo o país - o equivalente a 1 chamado por minuto.

Ao vivo, a entrevista começa às 15h. Participam da conversa os jornalistas Celso Freitas, âncora do Jornal da Record, e a repórter Cleisla Garcia. A atração do Jornal da Record recebe, toda semana, personalidades da política e da economia do país.

As entrevistas acontecem todas as sextas-feiras. O público pode acompanhar ao vivo na Record News, pelo R7 e pelas redes sociais do Grupo Record. Além disso, haverá exibição de trechos no Jornal da Record e no Fala Brasil.

Na última semana, o programa abordou as expectativas do Brasil na Olimpíada de Tóquio:

Últimas