Brasil Maia critica visita de secretário dos EUA à fronteira com a Venezuela

Maia critica visita de secretário dos EUA à fronteira com a Venezuela

Presidente da Câmara avalia que ida de Mike Pompeo ao Estado de Roraima "não condiz com a boa prática diplomática internacional"

  • Brasil | Do R7

Mike Pompeo visitou a fronteira com a Venezuela

Mike Pompeo visitou a fronteira com a Venezuela

Ranu Abhelakh/ Reuters/ 17.09.2020

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta sexta-feira (18) que a visita de Mike Pompeo, secretário de Estado dos Estados Unidos, ao Estado de Roraima "não condiz com a boa prática diplomática internacional".

Para ele, a ida de Pompeo à fronteira do com a Venezuela "afronta as tradições de autonomia e altivez de nossas políticas externa e de defesa".

Leia mais: Visita de Pompeo é mais um capítulo da aproximação Brasil-EUA

O parlamentar afirma ainda que tem a obrigação de reiterar “os princípios pelos quais o Brasil deve orientar suas relações internacionais” e lista a independência nacional, autodeterminação dos povos, a não-intervenção e a defesa da paz.

“Patrono da diplomacia brasileira, o Barão do Rio Branco deixou-nos um legado de estabilidade em nossas fronteiras e de convívio pacífico e respeitoso com nossos vizinhos na América do Sul. Semelhante herança deve ser preservada com zelo e atenção, uma vez que constitui um dos pilares da soberania nacional e verdadeiro esteio de nossa política de defesa”, completa Maia.

Maia também faz alusão ao momento da visita, a exatos 46 dias para a eleição presidencial dos Estados Unidos. A visita é vista como uma estratégica do governo americano para conquistar o eleitor latino da Flórida, Estado considerado estratégico para o pleito e que segundo as pesquisas segue com empate técnico entre o presidente americano e o democrata Joe Biden.

Últimas