Brasil Ministério da Educação vai ter órgão para tratar de colégios militares

Ministério da Educação vai ter órgão para tratar de colégios militares

Ricardo Vélez Rodriguez avalia que as instituições "representam um modelo que dá certo, que tem disciplina e bom desempenho nos índices avaliação"

Educação

Rodriguez assumirá o Ministério da Educação

Rodriguez assumirá o Ministério da Educação

Fernando Mellis/R7 - 1/1/2019

Prestes a ser empossado como ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez anunciou nesta terça-feira (1º) que já criou uma subsecretaria específica para tratar do que chamou de “colégios cívico-militares”. Em conversa com a imprensa no Palácio do Planalto, ele se mostrou favorável à ideia de ter uma espécie de apoio de militares na educação, algo defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Eu acho que os colégios militares hoje no Brasil representam um modelo que dá certo, que tem disciplina e bom desempenho nos índices avaliação. Então, esses colégios cívico-militares que já existem em alguns lugares são bons, acho uma coisa interessante. Por que não apoiar isso se está dando certo?”

Bolsonaro e Witzel prometem novas escolas militares no Rio de Janeiro

Questionado sobre o impacto do projeto no orçamento da pasta, Vélez Rodriguez se limitou a dizer que não é coisa que saia muito mais caro.

“Os modelos que estão se desenvolvendo em alguns lugares partem de colégios já estabelecidos que pedem ajuda para a gestão cívico-militar. Traz de benefício a disciplina e a possibilidade de as crianças terem uma educação para a o cidadania, que é muito importante.”

O ministro ainda descartou que a iniciativa seja um processo de militarização das escolas. “Não se trata de militarização, se trata de racionalização. Aquelas escolas municipais que queiram participar de um projeto...”

O nome do subsecretário que irá responder pelo órgão deve ser divulgado no Diário Oficial dos próximos dias, disse o ministro.

    Access log