Brasil Ministério da Saúde confirma 2 mortes e 15 casos da variante Delta

Ministério da Saúde confirma 2 mortes e 15 casos da variante Delta

Segundo a pasta, até o momento os dados não demonstram circulação comunitária da cepa de origem indiana do coronavírus

  • Brasil | Do R7

Casos e seus respectivos contatos são monitorados, segundo o ministério

Casos e seus respectivos contatos são monitorados, segundo o ministério

Yander Zamora/EFE

O Ministério da Saúde informou que 15 casos da variante Delta do novo coronavírus foram identificados e notificados no Brasil, sendo seis no navio que esteve na costa do Maranhão, três no Rio de Janeiro, um em Minas Gerais, dois no Paraná, dois em Goiás e um em São Paulo. Até o momento, entre esses casos, dois óbitos foram confirmados para a variante, no Maranhão e no Paraná.

Leia também: Covid: entenda o risco real das variantes Delta e Delta Plus

Os dados coletados até o momento não demonstram circulação comunitária da cepa de origem indiana, de acordo com o ministério, que afirma que as investigações estão em andamento. "Os casos e seus respectivos contatos são monitorados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância e Saúde locais, conforme orientação do Guia Epidemiológico da covid-19", explica em nota. 

A transmissão comunitária é uma modalidade de circulação na qual as autoridades de saúde não conseguem mais rastrear o primeiro paciente que originou as cadeias de infecção, ou quando esta já envolve mais de cinco gerações de pessoas.

Ela difere dos casos importados (quando uma pessoa adquire o vírus em viagens ao exterior) e da transmissão local (quando alguém é contaminado por contato com alguém infectado em outro país). As situações de transmissão comunitária significam que o vírus está mais disseminado, demandando cuidados mais efetivos.

Outas medidas para o controle da nova cepa são orientações repassadas a estados e municípios sobre todas as ações necessárias, como intensificar o sequenciamento genômico das amostras positivas para a covid-19 e a vigilância laboratorial, rastreamento de contatos, isolamento de casos suspeitos e confirmados, notificação imediata e medidas de prevenção em áreas de suspeita de circulação de variantes.

Últimas