Crise Penitenciária

Brasil Ministro da Justiça cria força-tarefa para atuar em presídios

Ministro da Justiça cria força-tarefa para atuar em presídios

Agentes penitenciários federais e estaduais e poderão controlar distúrbios em cadeias do País

Moraes autorizou criação de grupo especial para conter os motins

Moraes autorizou criação de grupo especial para conter os motins

Isaac Amorim/05.01.2017/MJC

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, criou oficialmente nesta terça-feira (24) a FTIP (Força-tarefa de Intervenção Penitenciária) para ajudar os governadores a estancar a crise penitenciária que se espalhou pelo País.

A força-tarefa será formada por agentes penitenciários federais, estaduais e do Distrito Federal e atuará em apoio aos governos estaduais em situações extraordinárias de grave crise no sistema penitenciário.

Os membros do grupo poderão controlar distúrbios e resolver outros problemas. Compete também à força-tarefa fazer a guarda, vigilância e custódia dos presos.

De acordo coma a portaria, publicada no Diário Oficial da União, “o número de profissionais a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça e Cidadania obedecerá ao planejamento definido pelos entes envolvidos na operação”.

Últimas