A Prisão de Lula
Brasil Moro rebate desembargador e manda PF não soltar Lula

Moro rebate desembargador e manda PF não soltar Lula

Plantonista do TRF4 determinou a soltura do ex-presidente ainda neste domingo (8). Moro pede para PF esperar decisão do relator do processo

Lula está preso desde do dia 07 de abril, em Curitiba

Lula está preso desde do dia 07 de abril, em Curitiba

Zanone Fraissat/Folhapress - 7.4.2018

O juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal, em Curitiba, contrariou a decisão do desembargador Rogério Favreto, do TRF4 (Tribunal Federal Regional da 4ª Região), e mandou a Polícia Federal não soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste domingo (8).

De acordo com o magistrado, a PF deve esperar uma orientação do desembargador Federal João Pedro Gebran Neto, relator do processo,  de como proceder neste caso.

Moro entende que o desembargador Favreto, que está em plantão, não tem competência para autorizar a soltura de Lula.

“O Desembargador Federal plantonista, com todo o respeito, é autoridade absolutamente incompetente para sobrepor-se à decisão do Colegiado da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região e ainda do Plenário do Supremo Tribunal Federal”, escreveu no despacho.

O magistrado ainda diz que “se o julgador ou a autoridade policial cumprir a decisão da autoridade absolutamente incompetente, estará, concomitantemente, descumprindo a ordem de prisão exarada pelo competente Colegiado da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região”.

    Access log