Brasil Mulher de Lula comprou barco para sítio em Atibaia, diz jornal

Mulher de Lula comprou barco para sítio em Atibaia, diz jornal

Nota fiscal comprova o negócio que foi fechado em 2013 e custou R$ 4.126

Mulher de Lula comprou barco para sítio em Atibaia, diz jornal

Barco teria sido comprado em setembro de 2013 por Marisa Letícia

Barco teria sido comprado em setembro de 2013 por Marisa Letícia

Ricardo Stuckert/1º.11.2011/Instituto Lula

A mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia, comprou um barco que foi entregue em um sítio frequentado pela família de Lula em Atibaia (SP), segundo informações do jornal Folha de S.Paulo. De acordo com a publicação, uma nota fiscal comprova a aquisição.

Ainda segundo a matéria, publicada neste sábado (30), a compra foi feita no dia 27 de setembro de 2013 e a "embarcação de alumínio com seis metros de comprimento, modelo Squalus 600, da marca Levefort, com capacidade para cinco pessoas, sem motor" custou, na época, R$ 4.126.

A entrega da embarcação foi realizada ainda em 2013 por um caminhoneiro que presta serviço para a fabricante do barco. O responsável pelo transporte do produto informou à reportagem que reconheceu o nome da mulher de Lula na nota e que o barco foi recebido na propriedade rural por um funcionário do sítio.

De acordo com o caminhoneiro, quando ele chegou ao local para deixar o produto, questionou se a compradora era mesmo a ex-primeira dama. O funcionário do sítio teria respondido que sim, mas esclarecido "não pode falar nada para ninguém". O barco foi deixado no lago do sítio.

Segundo a matéria, esclarecimentos sobre a compra do barco foram solicitadas ao Instituto Lula, mas não houve "respostas específicas sobre o assunto".

Na sexta-feira (29), a Folha de S.Paulo informou que este sítio em Atibaia teve a maior parte das obras de reforma feita pela empreiteira Odebrecht. A afirmação é de uma ex-dona de uma loja de material de construção e um prestador de serviço da região. De acordo com a publicação, as obras, destinadas à reforma do local, começaram em outubro de 2010, período em que o ex-presidente cumpria o final do segundo mandato.

Veja fotos do triplex da família de Lula no Guarujá (SP)

Leia mais notícias de Brasil e Politica

A Odebrecht afirmou ao jornal que, depois de uma apuração preliminar, não encontrou indícios que apontem a relação da empresa com as obras em questão. Lula preferiu não se pronunciar.

A Folha de S.Paulo afirma que a propriedade tem 173 mil m² e está dividida em duas partes, sendo uma delas registrada em nome de Fernando Bittar, filho de Jacó Bittar, um dos fundadores do PT (Partido dos Trabalhadores) ao lado de Lula, e a outra em nome do empresário Jonas Suassuna, sócio de Fábio Luís da Silva, filho do ex-presidente, conhecido como Lulinha.

Conheça o R7 Play e assista a todos os programas da Record na íntegra!