Brasil "Não pensamos em privatizar a Petrobras", diz Temer em NY

"Não pensamos em privatizar a Petrobras", diz Temer em NY

Presidente falou sobre pacote de concessões do governo federal

"Não pensamos em privatizar a Petrobras", diz Temer em NY

Temer defendeu lei que flexibiliza exploração do pré-sal

Temer defendeu lei que flexibiliza exploração do pré-sal

REUTERS/Ueslei Marcelino

Questionado sobre o enorme pacote de privatizações anunciado recentemente, que inclui o controle da Eletrobras, o presidente Michel Temer negou, nesta quarta-feira (20), que a Petrobras esteja na mira.

"Não pensamos em privatizar a Petrobras", disse, destacando a "simbologia" que a empresa representa no Estado brasileiro.

No entanto, Temer defendeu a lei que foi aprovada no fim do ano passado, retirando a obrigação de que a Petrobras participe de todos os consórcios de exploração do pré-sal.

O presidente foi convidado do Reuters Newsmaker, organizado em Nova York, onde ele cumpre agenda oficial.

Temer falou ainda que as reformas se tornaram inadiáveis para o País e reconheceu que uma mudança no sistema previdenciário é mais complicada, mas afirmou que o Congresso está se sensibilizando para a mudança.

Segundo ele, ainda há grande preocupação com a simplificação tributária no País e o governo está fazendo estudos nessa área.

Mais cedo, ele havia se reunido com investidores em um seminário chamado "Oportunidades de Investimentos no Brasil", organizado pelo jornal Financial Times.

À plateia, Temer chegou a dizer que o governo brasileiro resgatou a confiança dos agentes econômicos e ressaltou a baixa inflação e os cortes nas taxas de juros.