Bolsa Família

Brasil Nascidos em novembro recebem a 5ª parcela do auxílio emergencial

Nascidos em novembro recebem a 5ª parcela do auxílio emergencial

A partir de hoje, recursos já podem ser girados pelo aplicativo Caixa Tem e serão liberados para saque a partir de 17 de setembro

Média do benefício neste ano é de R$ 250

Média do benefício neste ano é de R$ 250

Eduardo Matysiak/Futura Press - 29.07.2021

O governo federal libera neste domingo (29) os depósitos da quinta parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do programa nascidos em novembro. Os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais. Os trabalhadores informais também conseguem movimentar os recursos usando o app na Rede Lotérica de todo o Brasil.

Leia também: Entenda como será o novo Bolsa Família, válido a partir de novembro

O saque em dinheiro para o grupo será permitido a partir do dia 17 de setembro.

Até lá, a grana pode ser utilizada para o pagamento de boletos e compras pela internet ou pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais. Além disso, os beneficiários podem fazer transferências instantâneas entre bancos via Pix (exceto para contas de mesma titularidade).

O calendário de depósitos vai até 31 de agosto, para os nascidos em dezembro. Após todos receberem o crédito em conta, começará o calendário de saque, na próxima quarta-feira, 1º de setembro.

Os integrantes do Bolsa Família também estão recebendo a quinta parcela do benefício de acordo com o calendário habitual do programa. Nesta segunda-feira (30), serão contemplados os beneficiários com final 9 do NIS (Número de Identificação Social).

Parcelas extras

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender a população de baixa renda afetada pela pandemia. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 para mães chefes de família e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; mulheres chefes de família têm direito a R$ 375; e pessoas que moram sozinhas, R$ 150.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício. Em novembro, os beneficiários mais vulneráveis devem começar a receber o Auxílio Brasil, programa idealizado pelo governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família.

Veja o calendário

5ª parcela (depósito na poupança social digital)

Nascidos em janeiro: 20/8
Nascidos em fevereiro: 21/8
Nascidos em março: 21/8
Nascidos em abril: 22/8
Nascidos em maio: 24/8
Nascidos em junho: 25/8
Nascidos em julho: 26/8
Nascidos em agosto: 27/8
Nascidos em setembro: 28/8
Nascidos em outubro: 28/8
Nascidos em novembro: 29/8
Nascidos em dezembro: 31/8

Saque em dinheiro nas lotéricas e caixas eletrônicos

Nascidos em janeiro: 1º/9
Nascidos em fevereiro: 2/9
Nascidos em março: 3/9
Nascidos em abril: 6/9
Nascidos em maio: 9/9
Nascidos em junho: 10/9
Nascidos em julho: 13/9
Nascidos em agosto: 14/9
Nascidos em setembro: 15/9
Nascidos em outubro: 16/9
Nascidos em novembro: 17/9
Nascidos em dezembro: 20/9

Para o Bolsa Família

5ª parcela

Final do NIS 1: 18/8
Final do NIS 2: 19/8
Final do NIS 3: 20/8
Final do NIS 4: 23/8
Final do NIS 5: 24/8
Final do NIS 6: 25/8
Final do NIS 7: 26/8
Final do NIS 8: 27/8
Final do NIS 9: 30/8
Final do NIS 0: 31/8

Últimas