Brasil Navio brasileiro está longe de área de explosão do Líbano, diz Marinha

Navio brasileiro está longe de área de explosão do Líbano, diz Marinha

Fragata 'Independência' faz operação na região desde abril com 200 militares a bordo. Forte explosão em porto de Beirute deixou mortos e feridos

Fragata Independência partiu de Natal (RN) em março para operação no Líbano

Fragata Independência partiu de Natal (RN) em março para operação no Líbano

Divulgação/Marinha do Brasil

A Marinha do Brasil informou na tarde desta terça-feira (4), com relação a explosão ocorrida em Beirute, que todos os militares componentes da Força Tarefa Marítima (UNIFIL) estão bem e não há feridos.

"A Fragata 'Independência' encontra-se operando no mar, normalmente. O navio estava distante do local, onde a explosão ocorreu. Outras informações serão passadas tempestivamente", diz a nota.

A Fragata "Independência" partiu de Natal (RN) em março para operação no Líbano com uma tripulação de 200 militares e uma aeronave a bordo. A Fragata “Independência” permanecerá na área de operação até dezembro de 2020. 

Amissão do navio será conduzir operações navais a fim de contribuir para a segurança das fronteiras marítimas do Líbano, evitando o ingresso ilegal de armas ou materiais correlatos naquele país, além do treinamento dos quadros da Marinha de Guerra Libanesa.

Últimas