Brasil Número de manifestantes é irrelevante, diz José Serra durante protesto

Número de manifestantes é irrelevante, diz José Serra durante protesto

Senador do PSDB criticou o governo da presidente Dilma Rousseff e falou sobre insatisfação

Número de manifestantes é irrelevante, diz José Serra durante protesto

O senador José Serra (PSDB) compareceu ao evento contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) na avenida Paulista, região central de São Paulo, na tarde deste domingo (16). Ele desceu do carro perto do Masp (Museu de Arte de São Paulo) e caminhou em direção ao caminhão do movimento Vem pra Rua, causando furor na multidão.

Questionado se o número de manifestantes poderia ser usado pelo governo para dizer que foi mais forte ou não que os anteriores, Serra foi incisivo.

— Eu acho irrelevante. 100 mil pessoas a mais ou a menos não muda nada. Não vai mudar o pensamento das pessoas, a qualidade do protesto que nós estamos vendo aqui.

Leia mais notícias de Brasil

O senador elogiou a organização do protesto em São Paulo e afirmou ter comparecido porque foi muito solicitado.

— É uma manifestação de protesto, nada agressivo, não tem partido, não tem governo, não tem sindicato por trás, é espontâneo. Isso tem um valor incrível. Eu já fui a muitas manifestações na vida, mas não me lembro de uma deste tamanho com esta espontaneidade.

Apesar de ter tentado ser apartidário, Serra criticou o governo da presidente Dilma.

— Como senador eu tenho que prestar atenção na vontade do povo, na constituição, nas leis e nos fatos que vêm a público. O governo Dilma tem tanta obsessão por esta questão. Praticamente o único programa coerente que eles têm é o de lutar contra o impeachment. Não governam o resto.

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play
 

    Access log