OAB avalia abertura de processo disciplinar contra Wassef

Presidente nacional da Ordem enviou pedido à seccional de São Paulo para que sejam tomadas as "medidas cabíveis" no caso

Queiroz foi encontrado em imóvel de Wassef

Queiroz foi encontrado em imóvel de Wassef

Dida Sampaio/ Estadão Conteúdo - 18.06.2020

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) avalia a abertura de um processo disciplinar contra o ex-advogado da família Bolsonaro Frederick Wassef. 

O documento, assinado pelo presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, na terça-feira (23), diz que o protocolo foi enviado para o Conselho Seccional de São Paulo, onde Wassef é inscrito, para "adoção das providências que entender cabíveis".

O documento é uma resposta ao ofício do Subprocurador-Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União, que solicitou ao Conselho Federal da OAB a adoção do processo disciplinar. A iniciativa de avaliar e tomar qualquer medida disciplinar cabe à seccional do advogado e não à OAB nacional, de acordo o Estatuto da Advocacia e da OAB.

Caso aberto, o processo deve investigar a conduta de Wassef no processo sobre as rachadinhas na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). Wassef era advogado do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) no caso. 

O ex-assessor de Flávio Fabrício Queiroz, investigado no esquema, foi encontrado em um imóvel ligado a Wassef em Atibaia, onde teria ficado por um ano. Após a prisão de Queiroz, Wassef decidiu deixar a defesa de Flávio