Operação Lava Jato
Brasil Odebrecht pagou orientador financeiro para filho de Lula

Odebrecht pagou orientador financeiro para filho de Lula

Treinamento empresarial a Luís Cláudio foi solicitada pelo ex-presidente, segundo jornal

Odebrecht pagou orientador financeiro para filho de Lula

Contratação do treinamento para Luis Cláudio foi decisiva para que Alexandrino Alencar conseguisse fechar seu acordo de delação

Contratação do treinamento para Luis Cláudio foi decisiva para que Alexandrino Alencar conseguisse fechar seu acordo de delação

JF Diório/07.01.2008/Estadão Conteúdo

A delação premiada do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Alexandrino Alencar revela um novo favor da construtora a pedido do ex-presidente Luis Inácio Lula de Silva. O depoimento do executivo aponta que a empresa pagou um orientador financeiro ao filho mais novo de Lula, Luís Cláudio, antes dele criar a empresa Touchdown Promoções e Eventos Esportivos, responsável por um torneio de futebol americano no País.

A informação, presente em uma das delações premiadas dos 77 executivos da empreiteira, que permanecem sob sigilo, foi revelada pelo jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, foi o ex-presidente quem pediu para que a construtora bancasse o treinamento para ensinar técnicas de gestão a Luís Cláudio, que promoveu o Torneio Touchdown entre os anos de 2012 e 2015. O campeonato reunia equipes brasileiras de futebol americano.

MPF firma acordo para apurar corrupção da Odebrecht em 10 países

O ex-diretor de Relações Institucionais era o a principal responsável de dento da Odebrecht por atender demandas ligadas ao ex-presidente. Segundo a Folha, Alexandrino relata o caso como um dos diversos serviços que a construtora prestou a Lula. Na delação, o executivo também teria detalhado reforma do sítio de Atibaia frequentado pela família Lula.

O jornal cita ainda que a informação sobre a contratação do treinamento para o filho do ex-presidente foi decisiva para que Alexandrino conseguisse fechar seu acordo com a Lava Jato.

Você sabe identificar os políticos brasileiros pelos apelidos dados pela Odebrecht? Faça o teste: