Brasil Operação da PF combate fraudes contra o INSS no Paraná

Operação da PF combate fraudes contra o INSS no Paraná

Investigações apontam que organização criminosa causou prejuízo de R$ 2 milhões. Autoridades cumprem seis mandados de busca e apreensão

PF

Investigações começaram em 2017

Investigações começaram em 2017

Antônio Cruz/Agência Brasil

A PF (Polícia Federal) deflagrou nesta quinta-feira (6) a Operação Crotalus. É para desarticular organização criminosa que desviava dinheiro público por meio de fraudes em benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). As fraudes chegam a R$ 2 milhões.

Entenda como fica a regra para aposentadoria integral em 2019

Policiais federais estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Curitiba, São José dos Pinhais, Cascavel e Marechal Cândido Rondon, no Paraná, e em Bombinhas, em Santa Catarina. A Justiça federal determinou ainda a prisão de um dos investigados, mas relacionado a outra investigação em crime de falsificação de moeda.

As investigações sobre as fraudes contra o INSS tiveram início em 2017, “em razão da suspeita de recebimento indevido de um benefício previdenciário de pensão por morte.

Foram identificadas diversas empresas de fachada criadas e mantidas pelos integrantes da organização para movimentar os valores obtidos através das fraudes”, diz a PF.

De acordo com a PF, o nome da operação, Crotalus, é uma referência a um gênero de serpentes, em alusão ao local onde residia um dos principais alvos das investigações.

    Access log