Brasil Operação Lava Jato: construtora contesta suposto pagamento a doleiro

Operação Lava Jato: construtora contesta suposto pagamento a doleiro

Odebrecht afirma que não tem relação com a Construtora Internacional del Sur

  • Brasil | Do R7

Youssef confessou que a Odebrecht pagava propina e apontou a Construtora Del Sur como empresa usada para remessas ao exterior

Youssef confessou que a Odebrecht pagava propina e apontou a Construtora Del Sur como empresa usada para remessas ao exterior

Agência Câmara

A Odebrecht divulgou uma nota oficial em que contesta o suposto pagamento para o doleiro Alberto Youssef na operação Lava Jato. A empresa afirma que “não possui, nem nunca possuiu, qualquer vínculo com a empresa Construtora Internacional del Sur, a qual não é, nem nunca foi de sua propriedade, ou de qualquer outra empresa controlada ou coligada da Odebrecht”.

Em novo depoimento à Justiça Federal, o doleiro Alberto Youssef, um dos alvos centrais da Lava Jato, confessou que a Odebrecht pagava propina e apontou a Construtora Internacional Del Sur como offshore usada para remessas ao exterior.

"Odebrecht e Braskem [sociedade entre a empreiteira e a Petrobras] era comum fazer esses pagamentos [de propina] lá fora, ou ela me entregava em dinheiro vivo no escritório da São Gabriel", afirmou o doleiro em audiência na Justiça Federal no Paraná nesta terça-feira (31).

— Uma vez recebi uma ordem, não me lembro se foi em uma das contas indicadas por Carlos Rocha [doleiro Carlos Alberto Souza Rocha, também alvo da Lava Jato] ou Leonardo [Meirelles, outro réu da operação], da Odebrecht que a remessa foi feita pela construtora Del Sur.

Confira a nota na íntegra

"A Construtora Norberto Odebrecht S.A. esclarece que não possui, nem nunca possuiu, qualquer vínculo com a empresa Construtora Internacional del Sur, a qual não é, nem nunca foi de sua propriedade, ou de qualquer outra empresa controlada ou coligada da Odebrecht. Esclarece ainda que nunca fez qualquer pagamento à referida empresa. Portanto, não são verdadeiras as notícias que vêm sendo veiculadas que atribuem à Odebrecht a responsabilidade por pagamentos efetuados no exterior aos réus confessos Alberto Youssef e Pedro Barusco.”

Últimas