Novo Coronavírus

Brasil PA: Belém endurece isolamento social e vai decretar 'lockdown'

PA: Belém endurece isolamento social e vai decretar 'lockdown'

A medida emergencial, que ainda não foi publicada oficialmente, vai ampliar as restrições e está sendo desenhada em conjunto com o Governo do Estado

  • Brasil | Ricardo Pedro Cruz, do R7

Medida foi tomada após baixos índices de adesão ao isolamento social

Medida foi tomada após baixos índices de adesão ao isolamento social

Wikimedia Commons

A Prefeitura de Belém, no Pará, anunciou que vai endurecer as medidas de isolamento social e decretar "lockdown" (bloqueio total) na cidade para conter a velocidade de transmissão do novo coronavírus. A determinação foi confirmada pelo prefeito Zenaldo Coutinho, nesta terça-feira (5), por meio das redes sociais. 

A administração municipal, no entanto, ainda não apresentou detalhes do plano que, segundo o prefeito, está sendo discutido em conjunto com as prefeituras da Região Metropolitana e o Governo do Estado. 

"Precisamos endurecer as medidas de isolamento social. Só com medidas integradas vamos conseguir conter a disseminação do novo coronavírus e garantir atendimento a todos que adoecerem", escreveu no Instagram. 

Helder Barbalho, governador do estado, citou a baixa adesão da população, 48,27% na segunda-feira (4), para justificar a ampliação das ações restritivas na capital. 

"Reforço que serão mantidos normalmente os serviços essenciais, como supermercados, farmácias, postos de gasolina e bancos. Agradeço aos que já estão colaborando, mas faço novamente um apelo para que a população compreenda a necessidade deste ato", explicou Barbalho no Twitter. 

"Lockdown", que significa bloqueio total em inglês, é considerada a medida mais severa durante uma pandemia, que prevê, essencialmente, a paralisação dos fluxos de deslocamento e, assim, evitar de maneira mais eficaz a aglomeração de pessoas. 

De acordo com informações do Ministério da Saúde, divulgadas na tarde de segunda-feira (4), o Pará acumula 4.125 casos confirmados e 330 mortes por covid-19, sendo que a Região Metropolitana é a mais atingida pela pandemia no estado. 

Últimas