Jair Bolsonaro

Brasil Pandemia cancela desfile do 7 de setembro pelo segundo ano

Pandemia cancela desfile do 7 de setembro pelo segundo ano

Último desfile, em 2019, ficou marcado pela participação do presidente Jair Bolsonaro junto ao então ministro da Justiça Sergio Moro

Cerimônia comemorativa do 7 de Setembro, no Palácio da Alvorada

Cerimônia comemorativa do 7 de Setembro, no Palácio da Alvorada

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 07.09.2020

O tradicional desfile para comemoração da Independência do Brasil não será realizado neste ano em decorrência da pandemia da covid-19. Este é o segundo ano consecutivo em que a emergência sanitária interrompe a comemoração organizada pelo Ministério da Defesa com o desfile de tropas das Forças Armadas. 

O último desfile oficial ocorreu em 2019, primeiro ano do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A ocasião ficou marcada pelo desfile dele ao lado do então ministro da Justiça Sergio Moro, que sairia do cargo pouco menos de um ano depois, após conflito com o presidente sobre a gestão da Polícia Federal.

Mesmo em meio a outro ano pandêmico, o feriado em 2021 deve ser marcado por mobilizações inéditas para a data. Entre brigas de Bolsonaro com os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes e Luís Barroso, a temperatura política subiu e tem gerado a prisão de diversos manifestantes que ameaçam o Supremo.

Além disso, os atos devem contar com participação em peso de policiais e bombeiros, segundo as associações da categoria. Por isso, os atos deste ano são acompanhados de perto por forças de segurança para evitar conflitos e tentativas de invasão a Poderes, em Brasília, onde apoiadores de Bolsonaro já furaram o bloqueio da Esplanada.

Últimas