Brasil Pará homenageia programa social Universal nos Presídios

Pará homenageia programa social Universal nos Presídios

Em 2019, iniciativa beneficiou 1,7 milhão de pessoas no Brasil, entre detentos, seus familiares e funcionários de estabelecimentos prisionais

  • Brasil | Do R7

UNP recebeu homenagem na Assembleia do Pará

UNP recebeu homenagem na Assembleia do Pará

Divulgação

Nesta quarta-feira (4), o programa social Universal nos Presídios (UNP) foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Pará. Além dos deputados estaduais, participaram da solenidade Jarbas Vasconcelos, secretário de Estado de Administração Penitenciária, Clodoaldo Rocha, responsável pela UNP no Brasil e 71 diretores de unidades prisionais paraenses, entre outras autoridades locais.

De acordo com o requerimento da homenagem, assinado pelo deputado Fábio Freitas, presidente da Comissão Permanente de Prevenção às Drogas (COPRED), “o trabalho da UNP ultrapassa as barreiras da exclusão” e, em pouco tempo, consegue ”uma mudança de comportamento dos internos, que participam ativamente dos encontros dentro da unidade”.

“Os voluntários da UNP têm levado, todas as semanas, a diversas prisões do pais, uma palavra amiga aos familiares de presidiários que precisam de ajuda”, explicou o presidente da COPRED.

Autoridades e 71 diretores de unidades prisionais paraenses estiveram no evento

Autoridades e 71 diretores de unidades prisionais paraenses estiveram no evento

Divulgação

O parlamentar elogiou, ainda, as ações sociais da UNP nos estabelecimentos prisionais do estado, como a doação de material de higiene pessoal e o apoio aos detentos que são dependentes químicos.

Apenas em 2019, a UNP do Pará beneficiou 40 mil pessoas no estado, entre detentos e seus familiares, além de funcionários dos estabelecimentos prisionais.

Ajudando a recomeçar

A UNP é uma iniciativa da Igreja Universal do Reino de Deus. Há mais de 30 anos atua em  penitenciárias masculinas e femininas de todo o Brasil, amparando mais de 500 mil presidiários.

Com o objetivo de ressocializar os detentos, a UNP promove cursos profissionalizantes, oficinas de artes, sessões de cinema, café da manhã, doações de livros, de alimento e de kits de higiene.

O programa social também oferece apoio aos funcionários das unidades prisionais e às famílias dos detentos. São oferecidos, gratuitamente, assistência jurídica, cestas básicas, livros, informativos e lanches.

O trabalho da UNP se expandiu e, hoje, está presente em mais de 55 países nos cinco continentes.

Em 2019, no Brasil, foram atendidos 1.749.498 pessoas, entre detentos, familiares e funcionários de estabelecimentos prisionais.

Últimas