Operação Lava Jato
Brasil Para o MPF, todos os apartamentos de condomínio no Guarujá devem ser investigados

Para o MPF, todos os apartamentos de condomínio no Guarujá devem ser investigados

Imóveis seriam fruto de lavagem de dinheiro da OAS

Para o MPF, todos os apartamentos de condomínio no Guarujá devem ser investigados

Um dos imóveis do condomínio Solaris foi reservado para a família do ex-presidente Lula

Um dos imóveis do condomínio Solaris foi reservado para a família do ex-presidente Lula

AFP

O MPF (Ministério Público Federal) acredita que todos os apartamentos do condomínio Solaris, no Guarujá (SP), devem ser investigados por suspeita de pagamento de propina por meio de imóveis no local, incluindo um eventual apartamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quarta-feira (27) o procurador Carlos Fernando do Santos Lima.

O suposto pagamento de propina por parte da empreiteira OAS por meio de imóveis no condomínio Solaris, como parte do esquema de corrupção que envolve a Petrobras, faz parte das investigações da 22ª etapa da operação Lava Jato, deflagrada nesta quarta pela Polícia Federal com o nome "Triplo X".

Leia mais notícias de Brasil no Portal R7

R7 Play: assista à Record onde e quando quiser

PF inicia nova fase da Operação Lava Jato, concentrada em São Paulo