Brasil Perfil de quem mais poupa no Brasil tem faixa etária entre 25 e 35 anos  

Perfil de quem mais poupa no Brasil tem faixa etária entre 25 e 35 anos  

No quesito guardar dinheiro para realizar sonhos, os jovens estão dando o grande exemplo, segundo pesquisa

  • Brasil | Sara Santos, do R7*

Jovens são os que mais estão poupando
 neste começo de 2021

Jovens são os que mais estão poupando neste começo de 2021

Pixabay

Dizer que o brasileiro não sabe poupar parece algo que está ficando no passado do país. Segundo os dados apurados dentro da plataforma da Monis, empresa de poupança por assinatura via cartão de crédito do país, pessoas entre 25 e 35 anos são as que mais estão poupando por meio do site neste começo de 2021, faixa etária que se diferencia da apurada em pesquisas mais amplas como o Raio X do Investidor, da Anbima, que aponta a idade média de 43 anos para investidores.

Quanto aos gêneros, acontece algo curioso: as mulheres têm maior presença na plataforma, mas são os homens que guardam os maiores valores. Ainda segundo a pesquisa na plataforma, a renda média de quem poupa varia principalmente entre as classes A e B: a maior parte ganha entre R$ 5.000,00 e R$ 15.000,00 por mês e guarda por volta de 5% a 10% desse valor. Já quanto à localização, São Paulo (capital) e cidades do interior se destacam; entretanto, a busca por outras cidades começa a crescer.

“A pandemia fez as pessoas refletirem mais sobre os hábitos. Isso funcionou como um gatilho para as pessoas buscarem formas de se preparar financeiramente com mais segurança e consistência para conquistar um sonho, por exemplo”, afirma André Dantas, CEO da Monis.

Entre os investidores, os mais jovens também têm avançado. Na Bolsa de Valores de São Paulo, o número de investidores na faixa etária de 25 a 39 anos superou em fevereiro deste ano a porcentagem de investidores com mais de 56 anos, de acordo com dados da B3.

As pessoas que investem em ações na faixa etária de 26 a 35 anos formam o maior grupo da Bolsa, representando 32,8% de todos os CPFs cadastrados na B3. A faixa etária dos 36 aos 45 anos corresponde a 28% do total de investidores pessoas físicas. Já acima de 60 anos são 15%.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Ana Vinhas

Últimas