Julgamento do mensalão

Brasil Pizzolato alugava vila com vista para o mar na Itália

Pizzolato alugava vila com vista para o mar na Itália

Foragido, ex-diretor do Banco do Brasil estava vivendo perto das famosas Cinque Terre

  • Brasil | Do R7, com ANSA

Pizzolatto passava os dias de foragido no famoso destino turístico

Pizzolatto passava os dias de foragido no famoso destino turístico

Reprodução/Google Streetview

O ex-diretor de marketing do BB (Banco do Brasil) Henrique Pizzolato, condenado a 12 anos e sete meses de prisão no processo do mensalão e capturado pela polícia, se escondia em Porto Venere, uma pitoresca cidade no litoral da Ligúria.

O município fica a poucos quilômetros das famosas Cinque Terre (Cinco Terras, na tradução em português), que reúne cinco vilarejos debruçados sobre o mar. Pizzolato, que fugiu para a Itália com um passaporte falso que pertencia a um irmão morto, foi preso nesta quarta-feira (5).

Em Porto Venere, ele alugou uma pequena vila com vista para o oceano e dizia a todos que queria aproveitar sua aposentadoria ao lado da mulher após uma vida dedicada ao trabalho no Brasil.

A polícia italiana, após tê-lo identificado, passou a seguir de perto seus passos, até detê-lo na casa de um sobrinho. O ex-diretor do BB deve permanecer preso na Itália e não há previsão de quando ele irá voltar para o Brasil. Segundo informações preliminares, o ex-diretor do BB deve ser levado para a corte de Bologna, já que foi preso em Maranello.

Condenação

Pizzolato foi condenado no processo do mensalão a 12 anos e sete meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro. 

Um dia depois que teve sua prisão decretada, a notícia de que Pizzolato teria fugido para a Itália foi confirmada pela Polícia Federal do Rio de Janeiro.

Naquele dia, o advogado do ex-diretor do BB, Marthius Sávio Lobato, entrou em contato com a Polícia Federal e afirmou que ao chegar à residência do réu, no Rio de Janeiro, foi informado pela família que Pizzolato, que tem dupla cidadania, teria fugido para a Itália.

Últimas