Brasil Planalto muda formato e posse de ministros não será ao vivo

Planalto muda formato e posse de ministros não será ao vivo

Secom não informou motivo da mudança. Cerimônia estava marcada para as 9h na Sala de Audiências do Palácio do Planalto

Agência Estado
A deputada federal Flávia Arruda (PL - DF), que assume a Secretaria de Governo

A deputada federal Flávia Arruda (PL - DF), que assume a Secretaria de Governo

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados-25/03/2021

A Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) informou na manhã desta terça-feira (6) que a posse de sete ministros do governo de Jair Bolsonaro prevista para as 9h ocorrerá sem transmissão ao vivo. Na segunda-feira, a pasta avisou que a cerimônia seria fechada à imprensa e que teria transmissão nos canais oficiais do governo. Nesta manhã, contudo, o Planalto informou que o evento não seria mais transmitido em tempo real, mas que imagens da solenidade serão disponibilizadas "assim que possível".

A Secom não informou o motivo da mudança. A cerimônia estava marcada para começar às 9h na Sala de Audiências do Palácio do Planalto com previsão de término às 11h30.

Na segunda-feira, a Secom chegou a informar inicialmente, em nota à imprensa, que o evento seria às 10h no Salão Nobre do Palácio - espaço com capacidade para grande número de pessoas. Depois, a pasta enviou outro comunicado informando novo local e horário e que seria uma solenidade fechada à imprensa. Ao todo, desde ontem, foram divulgados quatro comunicados sobre o formato do evento.

O presidente Jair Bolsonaro deve dar posse nesta terça-feira a sete ministros, oficializando as trocas ocorridas no governo na semana passada. São eles: Anderson Torres (Justiça e Segurança Pública), Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Walter Braga Netto (Defesa), Carlos Alberto França (Relações Exteriores) e André Mendonça (Advocacia-Geral da União), além de Marcelo Queiroga (Saúde).

Últimas