Polarização política tem afetado investimentos, diz presidente do BC

Roberto Campos Neto também alertou para a queda no comércio mundial em audiência na CMO do Congresso

Campos Neto vê cautela nos cortes de juros a partir de 2020

Campos Neto vê cautela nos cortes de juros a partir de 2020

Pedro França/Agência Senado - 26.2.2019

A polarização política é tema no mundo que tem afetado investimentos e o crescimento econômico, afirmou nesta quarta-feira (20) o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também chamando a atenção para a queda no comércio mundial.

"Tem um tema muito importante também, além da guerra comercial, da tensão comercial, que é o tema geopolítico que nós estamos vendo em diversas partes do mundo, a polarização política. Tudo isso tem afetado os investimentos de uma forma mais definitiva", afirmou ele.

Leia mais: Frustração com leilão do pré-sal fez dólar subir, diz Campos Neto

Em audiência na CMO (Comissão Mista de Orçamento) do Congresso, Campos Neto também afirmou que qualquer decisão em relação aos juros básicos depois deste ano deverá ser tomada com cautela, após o Comitê de Política Monetária já ter indicado que deve cortar a Selic para 4,5% em dezembro.

"Copom cortou a Selic para 5%, deixamos indicado que entendemos que é possível fazer mais um movimento de igual magnitude e entendemos que qualquer movimento adicional tem que ser feito com cautela", disse.