grevecaminhoes
Brasil Polícia Federal abre investigação sobre greve dos caminhoneiros

Polícia Federal abre investigação sobre greve dos caminhoneiros

Protesto da categoria segue pelo quinto dia consecutivo nesta sexta. Michel Temer autorizou uso das Forças Armadas para desbloquear rodovias

PF investiga greve dos caminhoneiros

Protestos de caminhoneiros seguem pelo quinto dia consecutivo

Protestos de caminhoneiros seguem pelo quinto dia consecutivo

FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO - 25.05.2018

A PF (Polícia Federal) informou, nesta sexta-feira (25), que já está investigando a greve dos caminhoneiros, que hoje completa cinco dias consecutivos.

Entre os possíveis crimes que a categoria poderia estar cometendo, a PF apura a "associação para prática de crimes contra a organização do trabalho, a segurança dos meios de transportes e outros serviços públicos". 

Nesta sexta-feira, o presidente Michel Temer (PDMB) anunciou que usará forças de segurança para desbloquear rodovias onde haja protestos de caminhoneiros.

O medebista destacou o acordo firmado na última quinta-feira (24) com representantes da categoria e disse que o governo concordou em atender 12 reivindicações imediatas dos caminhoneiros. A contrapartida seria a liberação imediata das estradas.