"Precisamos de 7,5 mi de máscaras para os mesários", diz Barroso

Mais de 30 empresas participaram do chamamento público para fornecer os equipamentos de proteção e álcool em gel para uso nas eleições municipais 

"Precisaremos de 7,5 milhões de máscaras para os mesários", diz Barroso

"Precisaremos de 7,5 milhões de máscaras para os mesários", diz Barroso

Freepik

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, anunciou uma chamada pública para a iniciativa privada a fim de suprir a necessidade de 7,5 milhões de máscaras para os mesários nas eleições deste ano, além de 2 milhões de protetores faciais e 2 milhões de frascos de álcool em gel. Os insumos visam proteger os mesários de contágio pelo novo coronavírus.

Leia mais: TSE vai receber doação de materiais de proteção para uso em eleições

"Para a minha gratíssima surpresa, temos mais de 30 empresas cuidando de fornecer não só os materiais e equipamentos como toda a logística para distribuição deste material nas 27 Unidades da Federação", disse o ministro em entrevista à rádio CBN. Segundo Barroso, além da suspensão da identificação biométrica, outras medidas sanitárias incluem também protocolos de apresentação do título eleitoral para que não haja o manuseio do documento.

Veja também: Por causa da pandemia, TSE amplia horário de votação em uma hora

Está prevista, para esta terça-feira (8) às 17 horas, a apresentação do Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020, pelo TSE elaborado pela consultoria sanitária formada por especialistas da Fiocruz e dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein.