Presidente da CCJ retira PEC das eleições diretas da pauta

Decisão de Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) irritou deputados do PSOL e do PT

Presidente da CCJ retira PEC das eleições diretas da pauta

Projeto das eleições diretas foi apreciado pela comissão nesta terça, mas acabou não tendo seu relatório colocado em votação

Projeto das eleições diretas foi apreciado pela comissão nesta terça, mas acabou não tendo seu relatório colocado em votação

Elza Fiúza/03.09.2010/ABr

O presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), retirou da pauta desta quarta-feira (24) a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 227, que estabelece eleições diretas para o caso de vacância da Presidência da República.

O projeto de autoria do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) foi apreciado pela comissão nesta terça, mas acabou não tendo seu relatório colocado em votação. Isso porque a base aliada obstruiu um requerimento que buscava a inversão da pauta da CCJ. A iniciativa da oposição tinha o objetivo de colocar a PEC 227 como primeiro item para análise.

Ao final da sessão, Rodrigo Pacheco convocou nova sessão da CCJ para esta quarta-feira, às 10h, mas não incluiu o item na pauta, o que irritou deputados do PSOL e do PT.