Brasil Procuradoria da Mulher do Senado pedirá anulação no caso Mari Ferrer

Procuradoria da Mulher do Senado pedirá anulação no caso Mari Ferrer

O Senado também aprovou voto de repúdio à atuação dos agentes públicos que absolveram empresários acusados de estupro

  • Brasil | Do R7

A senadora Rose de Freitas (Podemos-ES)

A senadora Rose de Freitas (Podemos-ES)

Wilson Dias/ABr

A procuradora da Mulher do Senado, senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), afirmou nesta terça-feira (3) que pedirá a anulação da sentença que absolveu o empresário André de Camargo Aranha do crime de estupro contra a influenciadora digital Mariana Ferrer.

Leia também: Gilmar cita 'tortura' em julgamento de estupro de influenciadora

O juiz, Rudson Marcos, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, acolheu a "tese" da defesa e do Ministério Público, de que o empresário cometeu "estupro culposo", ou seja, sem intenção. 

Cenas do julgamento, no qual a vítima é humilhada, vieram a público por meio do site The Intercept Brasil. "Estupro culposo não existe", afirmou a senadora, pedindo ação da Conselho Nacional do Ministério Público, do Conselho Nacional de Justiça  e da Ordem dos Advogados do Brasil para apurar a atuação dos envolvidos no episódio.

O Senado aprovou voto de repúdio à atuação do juiz, do promotor público e do advogado de defesa do caso, Cláudio Gastão da Rosa Filho, ao juiz Rudson Marcos, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e ao promotor Thiago Carriço, por suas ações no julgamento.

*Com Agência Senado

Últimas