Operação Lava Jato

Brasil Procuradoria reabre investigação contra Rodrigo Maia

Procuradoria reabre investigação contra Rodrigo Maia

Inquérito apura supostos repasses de caixa dois feitos pela empreiteira OAS ao presidente da Câmara

Agência Estado
Reabertura da ação causou estranheza no entorno de Maia

Reabertura da ação causou estranheza no entorno de Maia

Luis Macedo/Câmara dos Deputados - 09.09.2020

A PGR (Procuradoria-Geral da República) reabriu uma investigação sobre supostos pagamentos da empreiteira OAS ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A informação foi confirmada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

O inquérito corre em sigilo e investiga supostos repasses de caixa dois da OAS a Maia, com base na delação premiada de funcionários do setor de contabilidade paralela da empreiteira.

Em setembro do ano passado, o relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Edson Fachin, decidiu arquivar trechos da delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro que mencionavam Maia, o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Humberto Martins, o presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), José Múcio Monteiro, e um dos irmãos do presidente do STF ministro Dias Toffoli.

Os quatro pedidos de arquivamento foram feitos por Raquel Dodge, antes dela deixar o comando da PGR. Na época, segundo apurou a reportagem, ela alegou ao Supremo que, nesses casos, não havia elementos suficientes para justificar a abertura de uma investigação.

A reabertura do inquérito mais de um ano depois do seu arquivamento causou estranheza no entorno de Maia. Segundo fontes, o deputado não chegou a ser notificado sobre o caso nesta semana.

Procurada, a assessoria de Maia não se pronunciou.

Últimas