Brasil Produção industrial recua em 9 das 15 regiões do país em março

Produção industrial recua em 9 das 15 regiões do país em março

As quedas mais acentuadas, segundo o IBGE, ocorreram no Ceará (-15,5%), Rio Grande do Sul (-7,3%) e Bahia (-6,2%)

  • Brasil | Do R7

Setor de veículos tem o 3º resultado negativo seguido

Setor de veículos tem o 3º resultado negativo seguido

REUTERS/Joe White

O segundo recuo consecutivo na produção industrial do país, em março (-2,4% em relação a fevereiro), foi puxado pela queda na atividade em nove dos 15 locais pesquisados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

As quedas mais acentuadas ocorreram no Ceará (-15,5%), Rio Grande do Sul (-7,3%) e Bahia (-6,2%). Já o maior avanço foi no Amazonas (7,8%. Em relação à média móvel trimestral, dez dos quinze locais pesquisados apontaram taxas negativas no trimestre terminado em março e os recuos mais acentuados foram no Ceará (-7,8%), Bahia (-6,0%), Região Nordeste (-2,8%).

Já o acumulado em 12 meses recuou em dez os 15 locais pesquisados.

Na comparação com março de 2020, houve crescimento de 10,5% em março de 2021, com dez dos quinze locais pesquisados apontando resultados positivos. Vale citar que março de 2021 teve 23 dias úteis, um dia útil a mais do que março de 2020.

Principal influência negativa entre as atividades, o segmento de veículos automotores, reboques e carrocerias teve retração de 8,4%, terceiro resultado negativo consecutivo, acumulando nesse período perda de 15,8%.

Últimas