Brasil Professores do Rio decidem não retomar aulas presenciais

Professores do Rio decidem não retomar aulas presenciais

Presidente do Sinpro-Rio afirmou que grupo seguirá trabalhando com aulas virtuais e que é contra o retorno no atual estágio da pandemia

Agência Estado
Aulas presenciais não voltarão na segunda-feira, segundo professores

Aulas presenciais não voltarão na segunda-feira, segundo professores

Pexel

Professores de escolas particulares do município do Rio de Janeiro decidiram em assembleia virtual neste sábado (1) que não vão retomar as aulas presenciais. A prefeitura liberou o retorno na próxima segunda-feira (3) de forma voluntária, do 4.º ao 9.º ano.

A reunião do SinproRio (Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região) contou com a participação de mais de 500 profissionais, que votaram pela "manutenção da greve pela vida".

A proposta é retomar as aulas presenciais apenas com a garantia das autoridades da área de saúde.

"Não nos negamos a trabalhar, e estamos trabalhando muito no teletrabalho, mas estamos em greve pela vida", afirmou o presidente do Sinpro-Rio, Oswaldo Teles, na abertura da assembleia virtual.

Definição sobre aulas presenciais no ensino privado é adiada no Rio

Ele ainda ressaltou que "em nenhum lugar do mundo, ocorreu retorno às aulas presenciais com o número de contágios e mortes beirando as 100 mil que o Brasil vem sofrendo", segundo comunicado do sindicato.

Últimas