Brasil PSDB espera lançar Tasso como vice de Tebet, mas cogita outros nomes

PSDB espera lançar Tasso como vice de Tebet, mas cogita outros nomes

Presidente do partido diz que anúncio pode acontecer nesta quinta-feira (28), mas que definição depende de diálogo dele com Tebet

  • Brasil | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

Simone Tebet com os presidentes do PSDB, Bruno Araújo, e do MDB, Baleia Rossi

Simone Tebet com os presidentes do PSDB, Bruno Araújo, e do MDB, Baleia Rossi

Augusto Fernandes/R7

O PSDB confirmou nesta quarta-feira (27) que apoiará a candidatura de Simone Tebet (MDB) à Presidência da República, mas adiou o anúncio de quem será o vice na chapa dela. O principal nome para o posto é o do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), mas os tucanos não descartam a possibilidade de indicar outro político para concorrer com a candidata do MDB. 

De acordo com o presidente do PSDB, Bruno Araújo, a confirmação de Tasso pode acontecer nesta quinta-feira (28), mas tudo depende de um diálogo entre ele e Tebet. 

"Há uma preferência pelo Tasso. Ele está tendo conversas nas próximas horas, de hoje para amanhã, com a nossa candidata, para estabelecer qual é a posição dele. Torcemos para que se possa confirmar. E, em acontecendo, é algo já consagrado no nosso ambiente", comentou Bruno, durante o anúncio de Tebet como candidata ao Palácio do Planalto.

Segundo ele, caso Tasso rejeite a proposta, a tendência é que a indicação para vice continue a cargo dos tucanos. De qualquer forma, Bruno comentou que o Cidadania, partido com o qual o PSDB criou uma federação, também poderá indicar um nome para o posto.

"Se por qualquer razão não for esse o entendimento até amanhã [de Tasso ser vice], claro que a federação, tanto PSDB quanto Cidadania, tem um conjunto de grandes nomes nacionais, homens e mulheres, a apresentar e submeter à liderança da candidata."

Leia mais: Presidentes de PSDB, MDB e Cidadania entram em consenso por provável candidatura de Tebet

Além de Tasso, um nome que passou a ser cogitado para a vaga é o da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA). Ela é lembrada principalmente por ser nordestina e evangélica, o que poderia ser agregador para a chapa de Tebet, que é ligada ao agronegócio de um estado do Centro-Oeste.

Apoio do MDB

O MDB aprovou nesta quarta-feira, em convenção partidária, a senadora Simone Tebet como candidata à Presidência da República. A definição ocorre em meio a uma divisão interna do partido, com uma ala que afirma que a candidatura de Tebet não é competitiva e defende o apoio do partido ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Lideranças do MDB em 11 estados chegaram a anunciar publicamente o apoio a Lula. Um dos emedebistas que encabeçam essa ala contrária a Tebet é o senador Renan Calheiros (AL).

Leia mais: Simone Tebet é confirmada candidata à Presidência pelo MDB

Últimas