Operação Lava Jato

Brasil PT tenta impedir investigação de doações milionárias para Lula

PT tenta impedir investigação de doações milionárias para Lula

Parlamentares tentaram obstruir CPI após convocação do presidente do Instituto Lula

  • Brasil | Do R7, com informações do Estadão Conteúdo

Ex-presidente Lula recebeu doações de empresas investigadas na operação Lava Jato, da Polícia Federal

Ex-presidente Lula recebeu doações de empresas investigadas na operação Lava Jato, da Polícia Federal

Ricardo Stuckert/13.05.2014/Instituto Lula

A bancada do PT anunciou na manhã desta terça-feira (16) que irá realizar uma manobra contra a sessão de votação de requerimentos da CPI da Petrobras da última quinta-feira (11), que incluiu a convocação do diretor-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. Segundo o deputado Leo Brito (PT-AC), os parlamentares irão entrar com um recurso no plenário da Câmara dos Deputados.

— Vamos entrar, sim, com o recurso por conta da violação do regimento interno da Casa.

O Instituto Lula recebeu doações milionárias de empresas que são investigadas pelo esquema de corrupção identificado na Lava Jato e realizaram obras durante sua gestão como presidente. A Camargo Corrêa, por exemplo, teria doado R$ 4,5 milhões ao instituto. A empresa chegou a pagar mais de R$ 800 mil por duas palestras do ex-presidente.

Os petistas compareceram em peso à sessão da CPI da Petrobras desta terça-feira, após bronca do ex-presidente Lula. A intenção era obstruir a sessão. Para isso, os deputados pediram a leitura da ata da última reunião — ato que geralmente é dispensado para agilizar os trabalhos.

Lula passou um pito em dirigentes e deputados do PT na semana passada e telefonou para o vice-presidente Michel Temer para se queixar do comportamento da bancada do PMDB. O motivo do mal-estar foi a aprovação, na quinta-feira, 11, da convocação de Paulo Okamotto, diretor-presidente do Instituto Lula, pela CPI.

Instituto Lula tenta justificar doações recebidas de empresa da Lava Jato

Leia mais notícias de Brasil e Política no Portal R7

"Vocês não podem deixar o PT levar essa bola nas costas", disse Lula, em conversa reservada com petistas, no segundo dia do 5º Congresso nacional do PT, em Salvador. O ex-presidente disse que a situação era inadmissível e que os petistas estavam sendo "emparedados" na comissão.

Obstrução

A bancada do PT anunciou que pedirá os horários da votação da última sessão da comissão, ocorrida no dia 11, para confrontar com o início de suspensão da ordem do dia na última quinta-feira. Foi nessa brecha de 13 minutos que 140 requerimentos foram aprovados, alegam os petistas.

O presidente da CPI, o deputado Hugo Motta (PMDB-PB), disse que Okamotto foi convocado porque o Instituto recebeu recursos de empresas envolvidas na Operação Lava Jato.

— Tenho certeza que fomos justos na última quinta-feira.

Motta lembrou que o pedido de suspensão da ordem do dia foi da deputada Moema Gramacho (PT-BA), e não dos líderes da CPI.

Últimas