Coronavírus

Brasil Queiroga diz que vacinação de Bolsonaro é 'questão pessoal'

Queiroga diz que vacinação de Bolsonaro é 'questão pessoal'

Aos 66 anos, presidente pode ser imunizado a partir deste sábado (3) na rede pública de saúde do Distrito Federal

  • Brasil | Do R7

Bolsonaro pode receber vacina no Distrito Federal

Bolsonaro pode receber vacina no Distrito Federal

Joédson Alves/EFE - 16.12.2020

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou neste sábado (3) que a decisão de Jair Bolsonaro sobre a própria imunização é “pessoal e privada”. "Ele não me falou nada disso”, disse.

"O presidente ligou e falou sobre a questão de usar as Forças Armadas para apoiar a campanha de vacinação, mas não disse se irá se vacinar hoje"

Com 66 anos, Bolsonaro pode ser vacinado a partir deste sábado (3), quando o grupo com a idade do presidente passa a receber a imunização na rede pública de saúde do Distrito Federal Em transmissão pelas redes sociais na última quinta-feira (3), Bolsonaro sinalizou que iria decidir sobre sua imunização quando o "último brasileiro for vacinado".

"Está uma discussão agora que eu vou me vacinar ou não vou vacinar. Eu vou decidir. O que eu acho: eu já contraí o vírus. [...] Eu acho que o que deve acontecer, depois que o último brasileiro for vacinado, sobrando uma vacina, daí eu vou decidir se vacino ou não. Esse é um exemplo que um chefe tem que dar", indicou Bolsonaro.

Os ex-presidentes Michel Temer, Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva já se vacinaram contra a doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

Últimas