Relator da MP do Contrato Verde Amarelo faz errata em parecer

Segundo Christino Aureo (PP-RJ), "foram quatro itens que geraram alterações em seis artigos"; oposição fala que acordo firmado foi quebrado

Christino Aureo fez alterações no sistema da casa

Christino Aureo fez alterações no sistema da casa

Christino Aureo / Divulgação

O relator da Medida Provisória que cria o Contrato Verde Amarelo, deputado Christino Aureo (PP-RJ), fez uma errata no parecer apresentado na semana passada, o que deve gerar um novo adiamento da votação. Segundo ele, "foram quatro itens que geraram alterações em seis artigos, típicos de uma errata". A errata foi incluída na segunda-feira (9), no sistema da Casa.

Leia mais: Relator reduz margem para governo mexer em emendas parlamentares

A inclusão consta como um complemento ao voto lido no dia 4 de março, "com objetivo de corrigir inadequações materiais no Projeto de Lei de Conversão e no voto".

Diante das modificações, os oposicionistas alegam que houve quebra do acordo firmado na última sessão para que a votação ocorresse nesta terça. Assim, a apreciação pode ser adiada para a quarta-feira (11).