Salles desafia DiCaprio sobre Amazônia: 'Vai investir onde critica?'

Astro postou texto contra a atuação do governo brasileiro na preservação ambiental; e ministro sugeriu que ele ajude financeiramente

DiCaprio compartilhou crítica ao governo Bolsonaro

DiCaprio compartilhou crítica ao governo Bolsonaro

REUTERS/Mike Blake

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, postou em seu Twitter uma provocação ao ator norte-americano Leonardo DiCaprio, dizendo para ele pôr seu dinheiro na Amazônia em vez de apenas criticar as políticas do governo brasileiro.

Governo quer militares em ações de preservação da Amazônia até 2022

No dia 2 de setembro, DiCaprio compartilhou um texto da entidade APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil), com críticas à atuação do presidente Jair Bolsonaro na preservação da Amazônia. Entre as tags usadas pelo ator estava #defundbolsonaro: em tradução livre, 'retire o financiamento a Bolsonaro".

Salles, quarta-feira (9), retrucou a provocação em um post escrito em inglês. Nele, sugeriu que DiCaprio ajude financeiramente a preservação em vez de apenas criticar.

Em português, seria algo como: "Caro LeoDiCaprio. O Brasil está lançando o projeto de preservação 'Adote um Parque', que permite a você ou qualquer outra empresa ou indivíduo escolher um dos 132 parques da Amazônia e patrociná-lo diretamente a 10 euros por hectare por ano. Você vai colocar seu dinheiro onde está sua boca?"

Não é a primeira vez que DiCaprio é mencionado por integrantes do governo. Em novembro do ano passado, Bolsonaro afirmou que o astro seria responsável por financiar queimadas na Amazônia.

O programa citado por Salles foi divulgado pelo ministério no início des setembro. Veja abaixo: