Reforma da Previdência

Brasil 'Sapo morre pela boca', diz Maia ao cobrar apoio do governo na reforma

'Sapo morre pela boca', diz Maia ao cobrar apoio do governo na reforma

Questionado sobre atritos com equipe econômica, Maia afirmou que é necessário menos intriga, mais política e unidade para aprovar a Previdência

  • Brasil

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia

Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo - 22.5.2019

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o diálogo sobre a reforma da Previdência é suprapartidário. "O que a gente não pode é obstruir a votação sem nenhum tipo de motivação até porque nosso diálogo hoje é com todos os governadores e todos os partidos então há um diálogo na reforma que é suprapartidário", afirmou.

Leia também: Reunião da comissão da Previdência marcada para hoje é cancelada 

Questionado sobre atritos com a equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro e o Congresso, Maia afirmou que é necessário menos intriga, mais política e mais unidade para se aprovar a Previdência.

"Precisamos que a equipe econômica volte a nos ajudar como nos ajudou até a apresentação do relatório, até ali nosso trabalho em conjunto era muito forte. Precisa voltar a ser assim. Como eu disse, o sapo morre pela boca, quero dizer, o peixe", comentou Maia.

O presidente da Câmara afirmou ainda que é na política que se vai reformar o Estado brasileiro.

Últimas