Brasil Secretários de Fazenda entregam proposta de reforma tributária

Secretários de Fazenda entregam proposta de reforma tributária

Proposta do Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal foi recebida pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre

reforma tributária

Comsefaz sugere a unificação de cinco impostos

Comsefaz sugere a unificação de cinco impostos

Fátima Meira/Futura Press/Folhapress - 16.01.2019

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), recebeu nesta quarta-feira (11) uma proposta de reforma tributária do Comsefaz (Comitê de Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal).

Segundo o presidente da entidade, o secretário estadual de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, as sugestões foram apresentadas na forma de um substitutivo que, além de representar o pensamento unitário dos Estados, traz “aperfeiçoamentos” às propostas legislativas que tramitam sobre o tema.

Leia também: CPMF está fora da reforma tributária, diz Bolsonaro

“Nós apresentamos esse substitutivo como um aperfeiçoamento tanto do texto que está no Senado como do texto que está na Câmara a partir dessa experiência dos 27 secretários de Fazenda e suas equipes técnicas, depois de se debruçar por mais de seis meses sobre esse texto”, disse Fonteles a jornalistas após audiência com Alcolumbre.

Segundo ele, a proposta apresentada pelo comitê mantém a unificação de cinco impostos sobre o valor adicionado, mas também traz uma garantia a Estados para que não tenham perdas reais por 20 anos.

Se cobrado, IPVA para helicópteros, barcos e jatos renderia R$ 4,6 bilhões

A sugestão também prevê maneira de compor um fundo de desenvolvimento regional, para que os Estados menos desenvolvidos consigam se tornar atrativos para a atividade industrial.

O presidente do Comsefaz afirmou ainda que a proposta prevê uma participação mais “predominante” dos Estados no comitê gestor, e prevê ainda um tratamento “diferenciado” para a Zona Franca de Manaus.