Senadores tentam acordão para garantir foro privilegiado a ex-presidentes

Jornal diz que políticos querem usar eleição indireta para barrar Lava Jato

Senadores tentam acordão para garantir foro privilegiado a ex-presidentes

Senadores trata acordão usando possível eleição indireta

Senadores trata acordão usando possível eleição indireta

Barreto/26.04.2017/Agência Senado

Políticos de Brasília estão planejando um acordão para se opor à Lava Jato e ao Ministério Público e relaxar parte dos políticos, usando uma possível eleição indireta. De acordo com informações do jornal Estado de São Paulo, as conversas estão sendo conduzidas principalmente por senadores.

Economia pode perder até R$ 170 bi depois de denúncias contra Temer

Uma das ideias do acordão, segundo o jornal, é alterar a Constituição para garantir foro privilegiado para ex-presidentes da República, o que beneficiaria políticos como Lula, Sarney, Collor, Dilma e até mesmo Temer, que são alvos de investigações.

Para ter força, o grupo de senadores de diversos partidos acreditam que, em uma possível eleição indireta para Presidência da República, o candidato deve ser aprovado pela Câmara e, depois, ser confirmado pelo Senado.

Ainda de acordo com o Estado de São Paulo, essa ação seria para diminuir a chance do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ser escolhido em eleição indireta. Os senadores acreditam que Maia não aguentaria a Lava Jato e facilmente seria alvo de delatores.