Brasil STF pede que Estados informem estoques de seringas em 5 dias

STF pede que Estados informem estoques de seringas em 5 dias

Determinação de Lewandowski surge após Ministério da Saúde dizer que não tem estoque disponível dos materiais para vacinação

  • Brasil | Do R7

Governo busca 331 milhões de agulhas e seringas

Governo busca 331 milhões de agulhas e seringas

Karina Hessland/Reuters - 13.01.2021

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), intimou nesta quinta-feira (14) os Estados a informar a quantidade disponível de agulhas e seringas para vacinação contra a covid-19.

A solicitação surge após o Ministério da Saúde dizer que não possui estoque disponível dos materiais para vacinar a população brasileira. De acordo com a pasta, as aquisições são realizadas pelos próprios Estados e que alguns deles não possuem o material para iniciar o plano de imunização no próximo dia 20.

“Intimem-se todos os Estados da Federação e o Distrito Federal para que informem, no prazo de até 5 (cinco) dias, qual a quantidade de agulhas e seringas que possuem em seus estoques”, escreveu o ministro.

Leia mais: Planos de vacinação incluem barco, drive-thru e até freezer de peixe

Na determinação, Lewandowski pede ainda que seja discriminada a quantidade dos materiais que serão utilizados no Plano Nacional de Vacinação, no atendimento das ações ordinárias de saúde pública local e na vacinação contra a covid-19.

O Brasil enfrenta dificuldade para garantir seringas e agulhas para imunizar a população. Após fracassar em tentativa de compra de 331 milhões de unidades dos bens, o governo já restringiu a exportação dos materiais e zerou o imposto de importação dos itens.

Últimas