Brasil Suspeito de esfaquear Bolsonaro esteve em clube de tiro

Suspeito de esfaquear Bolsonaro esteve em clube de tiro

Adélio Bispo de Oliveira foi no dia 5 de julho ao Clube Escola de Tiro .38, na Grande Florianópolis, frequentado por dois filhos do presidenciável.

bolsonaro esfaqueado

Adélio esteve em clube de tiro

Adélio esteve em clube de tiro

Guilherme Leite/Folhapress - 6.9.2018

O homem suspeito de atacar Jair Bolsonaro esteve em um clube de tiro frequentado pelos filhos do candidato do PSL à Presidência em São José, na Grande Florianópolis. Adélio Bispo de Oliveira compareceu ao Clube Escola de Tiro .38 no dia 5 de julho deste ano.

Bolsonaro passa por cirurgia após ataque a faca em Minas Gerais

Adélio teria feito um checkn virtual na sua pagina do Facebook, que foi apagada minutos após o atentado praticado contra o deputado e candidato a presidencia pelo PSL Jair Bolsonaro.

Coordenador de campanha de Jair Bolsonaro aponta 'crime político'

Check-in, Adelio Bispo de Oliveira,

Check-in, Adelio Bispo de Oliveira,

Reprodução/Facebook

Por telefone, uma porta voz do clube confirmou que Adélio Bispo de Oliveira esteve no local, o que poderia apontar para uma possivel premeditação de quase dois meses para executar o atentado.

O deputado federal pelo PSL de São Paulo, Eduardo Bolsonaro, diz no site do clube que o estabelecimento é provavelmente o melhor clube de tiro do Brasil. "Atendimento profissional, venda de acessórios, importação de armas, excelente ambiente e o melhor: vagabundo/mala não entra". Carlos Bolsonaro, do PSC, é vereador no Rio de Janeiro.

    Access log