Novo Coronavírus

Brasil TCU dá 10 dias para Manaus dizer se foi pressionada a usar cloroquina

TCU dá 10 dias para Manaus dizer se foi pressionada a usar cloroquina

Ministro Benjamim Zymler pede aplicação das sanções cabíveis, caso atuação do Ministério da Saúde seja confirmada

  • Brasil | Do R7

Manaus vive um dos piores cenários da covid-19 no Brasil

Manaus vive um dos piores cenários da covid-19 no Brasil

EDMAR BARROS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 11.01.2021

O TCU (Tribunal de Contas da União) estabeleceu o prazo de 10 dias para a Secretaria de Saúde de Manaus responder se foi pressionada pelo Ministério da Saúde para tratar pacientes diagnosticados com a covid-19 com o uso de cloroquina, hidroxicloroquina e azitromicina.

De acordo com a petição assinada pelo ministro Benjamim Zymler, os medicamentos "são ineficazes" no tratamento da doença respiratória causada pelo novo coronavírus, A pressão para o uso dos medicamentos teria ocorrido em visita feita por uma equipe da pasta no início de janeiro.

Leia também: Cloroquina danifica vasos sanguíneos em pacientes com covid

Até domingo (7), Manaus acumulava 128.065 casos e 6.263 óbitos em decorrência da covid-19. Na capital, a há 287 mortes a cada 100 mil habitantes, de acordo com o Ministério da Saúde. O avanço da pandemia na região ocasionou na falta de oxigênio que motivou a transferência de pacientes para outros Estados.

Bolsonaro é defensor do uso da cloroquina para o tratamento da covid-19

Bolsonaro é defensor do uso da cloroquina para o tratamento da covid-19

Joédson Alves/EFE - 16.09.2020

Caso fique confirmada a atuação do Ministério da Saúde, o TCU solicita a "apuração da responsabilidade dos envolvidos e a aplicação das sanções cabíveis diante do exercício das atribuições inerentes aos cargos em desencontro das finalidades a que se destinam os atos".

O pedido de medida cautelar tem o objetivo de fazer com que o Ministério da Saúde se abstenha de incentivar o uso de medicamentos que, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), são ineficazes no tratamento de pacientes com covid-19. A solicitação visa ainda o corte das despesas para a compra dos remédios.

Os medicamentos sem comprovação científica contra a covid-19 foram amplamente defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro desde o início da pandemia. Na semana passada, ele reafirmou que tomou o remédio e assim como várias pessoas que conhece não teve nenhum problema. "Se não faz mal, por que não usar?", questionou.

Últimas