Temer mantém Geddel no governo

Anúncio foi feito pelo porta-voz Alexandre Parola

Temer mantém Geddel no governo

Governo Temer mantém Geddel no governo

Governo Temer mantém Geddel no governo

Valter Campanato/06.09.2016/Agência Brasil

O governo Temer anunciou nesta segunda-feira (21) por meio do porta-voz Alexandre Parola que o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, continua no cargo. 

Geddel foi acusado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero de corrupção e tentativa de tráfico de influência por supostamente tê-lo pressionado a levantar o veto imposto pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) à construção de um condomínio residencial em uma área tombada de Salvador, na Bahia,, cujos imóveis estão avaliados em R$ 4,5 milhões cada.

Temer está 'muito preocupado' com denúncias contra Geddel, diz Moreira Franco

O ministro da Secretaria de Governo, responsável pela articulação política do Executivo com o Congresso, negou durante o final de semana as acusações. Ele confirmou ter falado com Calero sobre o imóvel em Salvador, mas nega ter feito pressão. 

Comissão de Ética Pública da Presidência

Antes do anúncio do porta-voz, ainda nesta segunda (21), cinco dos sete membros da Comissão de Ética Pública da Presidência da República declararam apoio à abertura de um processo contra o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). Apesar da maioria, o processo não foi aberto imediatamente porque um dos conselheiros pediu vista - o que adiará a decisão para o dia 14 de dezembro.