Coronavírus

Brasil 'Temos 28,4 milhões de cadastros para auxílio emergencial', diz Onyx

'Temos 28,4 milhões de cadastros para auxílio emergencial', diz Onyx

Segundo ministro, em terceiro dia de aplicativo e site há 28,4 milhões, com mais de 250 mil visitas. Expectativa é chegar aos 35 milhões

Agência Estado
Ministro afirmou também que governo busca perfis falsos que buscam enganar pessoas

Ministro afirmou também que governo busca perfis falsos que buscam enganar pessoas

Antonio Cruz/ Agência Brasil

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou no início da tarde desta quinta-feira (9), que o governo finalizou o cadastro de 28,4 milhões de pessoas para o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, até as 12h desta quinta-feira. O dado parcial foi divulgado pelo ministro durante participação em transmissão feita pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Leia mais: Receita regulariza CPFs para pagamento de auxílio emergencial

"Estamos no terceiro dia de aplicativo e com o site da Caixa Econômica e já temos cadastros finalizados de 28,4 milhões de pessoas, e com mais de 250 mil visitas ao aplicativo e ao site", disse o ministro, que tem a expectativa de atingir 35 milhões de pessoas. Considerando também o CadÚnico e o Bolsa Família, seriam 70 milhões de pessoas beneficiadas, ele afirmou.

Lorenzoni reiterou também que a primeira parcela do auxílio deverá ser repassada aos beneficiários até o fim da semana que vem e a segunda parcela deve ser antecipada para até o dia 30 de abril. "Então, em menos de um mês, teremos duas parcelas depositadas do auxílio", afirmou o ministro.

Leia também: Maia nega que auxílio a Estados vai custar R$ 180 bilhões à União

O ministro disse também que o governo e a Polícia Federal trabalham para identificar perfis e páginas falsas que tentam enganar pessoas em relação ao benefício. Segundo ele, o governo pretende não apenas derrubar os perfis e as páginas, mas também descobrir quem são as pessoas por trás dessas tentativas de fraude para colocá-las na cadeia.

Últimas