Brasil 'Tinta invisível' é causa de problema que deixou 40 mil sem passaporte

'Tinta invisível' é causa de problema que deixou 40 mil sem passaporte

Casa da Moeda afirma que produção foi retomada. Situação deve ser regularizada em sete dias

'Tinta invisível' é causa de problema que deixou 40 mil sem passaporte

Emissão de passaportes foi suspensa na semana passada

Emissão de passaportes foi suspensa na semana passada

Wilton Junior/03.10.2010/Estadão Conteúdo

A Casa da Moeda informou que um problema com uma “tinta invisível” era o que impedia, desde a semana passada, a emissão de passaportes a brasileiros. A falha deixou 40 mil pessoas sem o documento.

A instituição afirmou, no início da noite desta quarta-feira (28), que a produção foi reiniciada após testes feitos com novo lote de papel e tintas serem aprovados.

A Casa da Moeda, que é responsável pela produção de passaportes no País, afirma que vai trabalhar em três turnos, 24 horas por dia, inclusive no final de semana, para regularizar a situação em até sete dias.

Pouco antes, a instituição havia informado que "representantes das empresas que fornecem matérias-primas (tintas e papel) utilizadas na produção de passaportes para a Polícia Federal" realizavam testes para identificar e corrigir a falha.

Tinta invisível

Segundo a Casa da Moeda o controle de qualidade detectou que uma tinta invisível, só é vista ao se aplicar uma luz ultravioleta, reagiu com outra tinta, afetando "ligeiramente" a foto do documento.

Ainda conforme a instituição, o problema, "apesar de ser estético e não comprometer a credibilidade dos elementos de segurança do documento", poderia causar transtornos ao cidadão brasileiro nas viagens internacionais.

Casos urgentes

Para os casos de emergência, a Polícia Federal informou que a emissão do passaporte está sendo feita nos postos da própria polícia.

Leia mais notícias de Brasil e Política